Artº 2 Hipnose / Pnl

Não entenda esse artigo como algo explicativo ou de ensino, para isso, já contém vários livros no fórum, entenda esse artigo como mero "melhoramento de conhecimento sobre o assunto", para abranger seus conhecimentos
No artigo anterior falamos um pouco sobre PNL, nesse artigo, transcreverei sobre AUTO-HIPNOSE, e um pouco de pnl no meio, para abranger o artigo, okay?

AUTO-HIPNOSE

O que é AUTO-HIPNOSE?Auto-hipnose é uma técnica hipnótica levada a efeito pelo próprio indivíduo, sem a necessidade da presença de um hipnotizador (ou operador). Esta técnica - e isto é uma afirmação cientificamente comprovada pode trazer grandes benefícios a sua vida, como melhorar a saúde, melhorar a aprendizagem, manter estável o nível do estresse cotidiano, elevar a auto-estima, enfim, permitir que a pessoa alcance uma paz de espírito duradoura que se refletirá, sem dúvida alguma, em êxito e felicidade no seu dia a dia.



    Agora que sabemos o que é, como agir?
    Vamos por partes, estou levando em conta, que quem está lendo, já saiba no mínimo algo sobre hipnose, então não explicarei nada mais além, só acrescentarei para seu conhecimento, certo?

 

Roteiro Para AUTO-HIPNOSE
Recorte uma rodelinha de cartolina branca ou amarela, de dois centímetros de diâmetro, e cole na parede onde encosta a cabeceira da sua cama, a uns oitenta centímetros acima do colchão. Esta rodelinha deve ficar nesta posição para que você seja obrigado a olhar para trás durante o exercício. Isto vai forçar os músculos oculares e cansá-los em pouco tempo.

Você já está na cama, pronto para dormir. Nada mais tem a fazer; as portas já estão fechadas e as janelas isolam o excesso do barulho de fora, se bem que o barulho ininterrupto e sempre da mesma intensidade, como o do trânsito que flui lá fora, perturba menos que um despertador, a campainha do telefone ou o latido de um cão no quintal do vizinho. Mas você está pronto, as luzes estão apagadas e você está deitado, de costas; as pernas não se cruzam e os braços estão dispostos ao longo do corpo, sem tocá-lo.

Fixe então os olhos na tal rodelinha de cartolina, respire fundo duas ou três vezes e, sem jamais tirar os olhos deste ponto, pense nos seus pés. Diga a si mesmo, mentalmente, que você usou estas pernas o dia todo e ponha na cabeça que está muito cansado de uma longa caminhada que acaba de fazer. Imagine que seus pés estão cansados, pesados, parecendo de chumbo. Espere alguns instantes até sentir, realmente, seus pés pesados. Depois faça com que esta sensação de peso vá subindo pelo corpo: barriga da perna, joelhos, coxas, costas, nuca. Procure sentir que estão realmente pesados, muito pesados.

Em geral, suas pálpebras se fecham naturalmente, por si mesmas, enquanto você se concentra no sentimento de peso nas canelas, joelhos, e por todo o corpo.

Se isto ocorreu, você já atingiu a fase mais importante do relaxamento profundo. Nos primeiros dias, isso poderá levar até uns cinco minutos, porém, normalmente, isto ocorre mais depressa. Depois de algum treinamento, isto ocorrerá antes mesmo de você contar até três. Pessoas inteligentes, disciplinadas, de grande força de vontade, mental e espiritualmente sadias são as que atingem este ponto mais rapidamente. Esta prática, contudo, não é recomendável para pessoas com arteriosclerose acentuada ou doentes mentais. As pessoas mais jovens aprendem o relaxamento profundo em pouco tempo.

Continuando...

Assim que perceber os olhos fechados, diga mentalmente a si mesmo: “Da próxima vez entrarei mais depressa e mais intensamente no estado de profundo relaxamento; a cada vez que pratico o relaxamento profundo chego mais depressa e mais intensamente a este estado”.

Neste exato momento, os poros do seu subconsciente estão abertos e isso quer dizer que você pode ditar tarefas para si mesmo, tarefas estas que posteriormente se realizarão, supondo-se, naturalmente, que estas tarefas ou ordens sejam racionais, executáveis e possíveis de serem realizadas por você. Veja um exemplo de uma ordem racional e executável que pode ser dada por qualquer pessoa e realizada, posteriormente, com êxito: “Daqui em diante, comerei vagarosamente, mastigando bem”, ou, “Em qualquer situação/''set'' ou sob qualquer 'circunstância', eu me mantenho sempre e absolutamente calmo e tranqüilo.” 

Você também pode melhorar sensivelmente a sua aparência, adquirindo até mesmo ares atraentes, dando esta ordem ao seu subconsciente : “Minha expressão é sempre jovial, meus olhos estão sempre brilhando e mantenho sempre uma postura bonita e atraente”.

Seja qual for a "sugestão" que você dê a si mesmo (dentro dos limites racionais) saiba que ela será reproduzida AUTOMATICAMENTE diante das situações convencionadas.Aprenda istodevidamente relaxado, você pode dar "ordens de cura" ou "ordens de conduta" a si mesmo, e elas serão "admitidas" pelo seu subconsciente e provocarão, conseqüentemente, mudanças muito sensíveis na sua vida. Acredite nisso!



Para evitar Bloqueio mental por tensão
BRANCO, EM DIA DE PROVA, NUNCA MAIS!


Se você aprendeu, se você SABE, nada pode impedir que recupere estas informações na memória. Muito menos o medo.

O medo é só uma ilusão/defesa, nada mais do que isso. E, como toda ilusão, ela terá sempre o tamanho e a importância que você quiser que ela tenha.

No entanto, você não pode admtir que uma ilusão tenha mais valor do que as coisas que você aprendeu e que compõem o seu "mundo verdadeiro". Portanto, se você sabe, se você aprendeu, VAI LEMBRAR SEMPRE QUE QUISER LEMBRAR.

Leia esta frase em voz alta, tantas vezes quantas forem necessárias para que ela tome conta do seu subconsciente. Decore-a e repita sempre, mentalmente, várias vezes por dia. À noite, antes de dormir, faça o exercício de relaxamento e pense firmemente nesta frase:

"Eu fico sempre MUITO calmo nos dias de prova. 
Consigo lembrar de tudo o que estudei e,
mais do que isso, sou tomado nestes dias por
uma imensa capacidade criativa.
Nada me perturba, pelo contrário, 
fico animado, feliz e consciente
de que vou obter um EXCELENTE RESULTADO
Afinal de contas, 
EU SOU MUITO INTELIGENTE E CRIATIVO
E medo é uma palavra que eu desconheço."



Auto-HIPNOSE vs TIMIDEZLeia o texto , calmamente, sem ânsia. 

Em primeiro lugar, é preciso deixar bem claro o seguinte: "timidez" não é doença, não é defeito e não faz de ninguém um ser inferior aos demais. Timidez é apenas uma maneira de reagir à insegurança. É, simplesmente, uma atitude." 

Muitas personalidades da História foram tremendamente tímidas e nem por isso deixaram de ser geniais e importantes para a humanidade. Einstein era tímido. Gandhi era tímido. Pasteur era tímido. 
Por isso, o tímido um ser humano igual a todos os demais. ABSOLUTAMENTE IGUAL.Não há, neste mundo, nenhum ser humano superior a outro ser humano. As diferenças são meramente conceituais. Algumas pessoas podem até aparentar superioridade sobre as demais, mas tudo não passa de "aparência", ou seja, da forma como nós interpretamos as suas imagens. 

'''''''
Elas só parecem superiores porque nós deixamos isto acontecer. Se quisermos, podemos olhá-las de frente, fixamente nos seus olhos, e veremos que nada acontece. E nada acontece porque não há nada e ninguém que possa dominar alguém sem que este alguém admita este domínio.
'''''''

Qualquer pessoa vence a timidez no exato momento em que, diante de uma pessoa ou de várias pessoas, põe os ombros ligeiramente para trás, ergue a cabeça e olha fixamente nos olhos do(s) interlocutor(es). Parece difícil? Que nada! Veja: basta você olhar a primeira vez, deste jeito. Você vai perceber que NADA ACONTECERÁ com você. Pelo contrário; você vai renascer nesta hora. AcrediteNADA VAI ACONTECER COM VOCÊ

Dica: se ainda tiver algum receio de olhar nos olhos do seu interlocutor/garota, olhe para um ponto situado entre os olhos dele, logo acima do nariz. Esta providência vai lhe acalmar enquanto, por outro lado, vai deixar o interlocutor/garota meio perdido, desorientado, submisso. Ele/ela olhará nos seus olhos e não captará o foco, mesmo "achando" que você está olhando nos seus olhos. Experimente! É até divertido. 

Leia a frase abaixo em voz alta, tantas vezes quantas forem necessárias para que ela tome conta do seu subconsciente. Decore-a e repita sempre, mentalmente, várias vezes por dia. À noite, antes de dormir, faça o exercício de relaxamento e pense firmemente nesta frase: 

"Diante de qualquer pessoa e em qualquer lugar,
eu me sinto SEMPRE seguro, forte e consciente
de que sou MUITO importante. Sou capaz de olhar fixamente
nos olhos das pessoas porque sei que
TAMBÉM sou um SER SUPERIOR."




Sugestão hipnótica e Auto-HipnoseAuto-hipnose não é um estado mágico, e sim um estado mental na qual: 

Você fica muito relaxado; 

Você controla/determina às sugestões que deseja implantar; 

Você não critica as auto-sugestões feitas (aumentando a aceitação pelo inconsciente).


A auto-hipnose é usada para programar diretamente o seu inconsciente com afirmações e sugestões que vencem os intrincados processo críticos de sua mente. Você pode usar esta programação como um método efetivo para reduzir a tensão e induzir um relaxamento.

A hipnose não é utilizada normalmente na psicologia esportiva porque requer a presença constante de um hipnólogo profissional. Porém, a auto-hipnose oferece a facilidade e o benefício adicional de o esportista auto-controlar a sua mente através de exercícios regulares voltados ao seu desempenho atlético/esportivo. 

A Hipnose e Você
O primeiro passo para iniciar-se na prática da auto-hipnose é buscar um lugar onde você não seja perturbado. Sentado ou deitado de modo confortável, procure eliminar qualquer distração e relaxe. Está é uma condição inicial ideal para utilizar a técnica, porém com o tempo, você poderá realiza-la em qualquer local.

Então, feche seus olhos e relaxe. Imagine/sinta que ondas de relaxamento percorrem todo o seu corpo eliminando todas as tensões, a partir de sua cabeça. Esteja conectado a sua respiração enquanto as ondas percorrem da cabeça até os pés, relaxando todos os músculos de seu corpo. Sinta os músculos de seu corpo se relaxando cada vez mais.


Algumas técnicas alternativas podem ser utilizadas, como por exemplo, a fixação de seus olhos em um ponto da parede ou, imaginar-se descendo em um elevador num enorme edifício cujos andares inferiores conduzem lentamente a um estado de relaxamento e sonolência. O método escolhido por você para a auto-indução, mais efetivo se torna, quanto mais repetido for.

O passo seguinte é usar a auto-sugestão para aprofundar o estado de relaxamento. Consiste em afirmar a você mesmo frases do tipo: “estou me sentindo relaxado e confortável”, “enquanto respiro, aprofundo mais e mais o meu estado”. 

Uma vez que você se sinta completamente relaxado, encontrar-se-á num estado útil de auto-hipnose. Você poderá aproveitar este estado particular e sugestivo para determinar um “atalho mental”, onde sua mente alcançará este estado em outros momentos pela indicação deste atalho (que pode ser uma palavra, um movimento, etc.). 

Como já dissemos, a auto-hipnose não é algo mágico e sim uma técnica para se modificar o estado de consciência pela intenção de faze-lo, colocando-se numa condição sugestiva para realizar as transformações desejadas. 

Sugestão e Hipnose
Antes de conduzir o processo para um estado hipnótico, é útil que você pense nas sugestões que deseja determinar a si mesmo. As sugestões podem ser afirmações simples com o propósito de desfazer os danos feitos pelo semeio constante em nossas vidas de pensamentos negativos, ou pode ser usado para fazer ajustes psicológicos elevando a auto-confiança e motivação para ajuda-lo a alcançar as metas que estabeleceu. 

O uso efetivo da auto-sugestão pode:

Elevar a autoconfiança;

Reforçar mentalmente os seus propósitos;

Reduzir as tensões;

Elevar a motivação;

Elevar a energia.




Auto-hipnose de Betty EricksonUse o poder da sua mente inconsciente para atingir objetivos pessoais
A estratégia abaixo é útil para se conseguir resultados comportamentais variados (você é que define quais serão). Já foi usada por muitas pessoas com sucesso, inclusive por mim. Não é estritamente necessário conhecer os "porquês" para que a técnica funcione, é suficiente o faça-e-descubra, mas de qualquer maneira, seguem alguns esclarecimentos.

Hipnose é um estado de atenção focalizada e concentrada. Entrar em hipnose envolve tirar sua atenção da experiência externa e direcioná-la internamente. E tipicamente, ao processar informação, privilegiamos um sistema representacional, que pode ser visual, auditivo ou cinestésico (sensações). Um "estado alterado" de consciência ocorre quando você processa informação fora desse seu sistema de representação primário.

Dois pressupostos ou crenças fundamentam esta técnica. A primeira é que o entendimento da mente consciente não é necessário para se efetuar uma mudança. Evidência disto são as várias coisas que aprendeu quando criança, como andar, falar e assobiar. O segundo é que você pode confiar na sua mente inconsciente. Para que você também acredite nisto, sugiro que teste essa afirmação na prática: faça de conta por alguns minutos que é verdade e veja o que acontece!

Vamos aos passos da auto-hipnose:

1) Posição confortável – Ache uma posição que você possa manter facilmente pelo tempo da prática. Pode ser deitado ou sentado, embora sentado seja melhor para evitar que você durma. Centre-se olhando direto à frente e respirando lenta e facilmente. Relaxe.

2) Tempo – Determine o tempo que pretende levar e faça uma declaração sobre isto, como "Eu vou entrar em auto-hipnose por 15 minutos..." (você se surpreenderá ao descobrir como seu "relógio interno" pode controlar o tempo para você).

3) Propósito – Faça uma segunda declaração para si mesmo sobre seu propósito ao entrar em auto-hipnose. Neste propósito, nós permitimos à mente inconsciente trabalhar no assunto, ao invés de dar sugestões abrangentes, assim nossa declaração de propósito deve refletir este fato. Diga: "...para o propósito de permitir à minha mente inconsciente fazer os ajustes apropriados para auxiliar-me em______." Preencha o espaço com o que você quer obter, como "Acreditar mais que posso levar a cabo aquele projeto" ou "Aceitar mais a Fulana como ela é." ou "assistir as aulas de Química com mais motivação e prazer". (mais importante que as palavras é o fato de que você está transferindo este processo para a sua mente inconsciente)

4) Estado de saída – Faça uma declaração final a si mesmo sobre como você quer estar quando completar o processo. Tipicamente, em hipnose, ouvimos a idéia de que você deve voltar sentindo-se "acordado, alerta e renovado", mas no mundo real isto pode não ser o que você quer. Por exemplo, se vai fazer sua auto-hipnose antes de dormir, você pode preferir retornar "relaxado e pronto para dormir", ou pode preferir nem retornar e deixar que sua inteligência inconsciente trabalhe na questão a noite inteira. Se vai fazê-la antes de trabalhar, pode querer retornar "motivado e cheio de energia". Simplesmente diga para si mesmo "... e quando terminar, eu vou me sentir_____"

5) Atenção externa - A partir desta etapa, você entra em um ciclo de direcionamento da atenção. Comece, de olhos abertos, prestando atenção a três coisas visuais, uma de cada vez. Faça uma pausa (algo entre 3 e 5 segundos) em cada uma. Prefira pequenas coisas, como uma marca na parede, uma maçaneta, o canto de um quadro. Se quiser, dê os nomes: "Eu estou olhando o parafuso da dobradiça da porta" ou "Eu estou vendo aquela coisa ali".
Em seguida, direcione a atenção para seu canal auditivo e note, uma a uma, três coisas que você ouve (isto permite que os sons do ambiente sejam incorporados, ao invés de distraírem).
Agora atente para o corpo e note três sensações corporais, também uma de cada vez. Vá devagar de um ao outro. Busque aquelas sensações que normalmente você não nota, como o peso dos óculos, a sensação do relógio de pulso, a textura da blusa.
Continue o processo com dois visuais, dois auditivos e dois cinestésicos.
Ainda lentamente, faça o mesmo para um visual, um auditivo e um cinestésico.

6) Atenção interna - Feche os olhos. Traga uma imagem à sua mente. Você pode construir uma ou simplesmente usar uma que vier. Pode ser um ponto de luz, uma praia bonita ou uma pizza. Se nada vier, sinta-se livre para "por algo lá". Se preferir, dê um nome à imagem.
Faça uma pausa e deixe que um som venha à sua percepção ou crie um e dê um nome a ele. Se ouvir um som no ambiente, pode usá-lo se preferir.
Agora, torne-se consciente de uma sensação e dê um nome a ela. É preferível fazer isto internamente – use sua imaginação. Por exemplo, sentir o sol de verão aquecendo um braço, água fria molhando os pés, a sensação de dois dedos se tocando. Novamente, se uma sensação física chamar sua atenção, use-a.
Repita o processo com duas imagens, dois sons e duas sensações, sempre uma de cada vez.
Novamente, com três imagens, três sons, e três sensações.

7) Completando o processo – Se você executar a seqüência acima antes do tempo estabelecido, o que é normal, você pode continuar com 4 imagens, sons, sensações, depois 5 e assim por diante. Outra coisa que costumo fazer é simplesmente ficar prestando atenção na respiração e apenas observando eventuais pensamentos. Algo assim como uma espera tranqüila.
Não é incomum "sair do ar" ou perder a consciência durante o processo. Algumas pessoas em princípio acham que dormiram, mas em geral você se verá voltando automaticamente ao fim do tempo que estabeleceu. Isto é uma indicação de que você não estava dormindo e que sua mente inconsciente estava fazendo o que você pediu.

Como quando definiu suas metas, no início, confie que sua mente inconsciente está trabalhando para você em segundo plano enquanto você está executando o processo. Não duvidar já é um bom começo!




Breve Art.3