Criar Mais

Estratégia da Genialidade é um livro interessantíssimo de Robert Dilts. No livro, o autor desvenda como os grandes gênios da história da humanidade pensavam. Entre esses estão Aristóteles, Mozart, Freud e Walt Diney. Entender detalhadamente como eles pensavam nos permite melhorar nosso desempenho.

 

Escreverei hoje sobre o que Dilts descobriu a respeito de Walt Disney e o que podemos usar para desenvolver nossa criatividade em redações, marketing, artes, apresentações públicas. Enfim, desde atividades cotidianas como assar um bolo até o nosso projeto de vida. 

Estratégia Disney é dividida em 3 passos simples:

 

1) Sonhador: desenvolva o conteúdo sem limites, sem pudor. Associe coisas aparentemente sem sentido, deixe a imaginação fluir ao máximo. 

2) Crítico: critique o que você criou. Analise as partes já criadas, pegue o que há de melhor, o que pode ser aproveitado. 

3) Realizador: faça o que tiver que fazer para realizar a sua criação, para concluí-la e torná-la palpável, concreta, finalizada.

 

IMPORTANTE: as 3 etapas devem ser separadas em momentos diferentes – dando uma pausa entre cada uma das etapas – ou então separadas em lugares diferentes – criamos um espaço ou sala para cada etapa como Disney fazia para a criação de novos personagens ou desenhos animados.

 

Como exemplo prático desses 3 passos, podemos pensar que vamos pintar a nossa casa:

1) Sonhamos com cores de todos os tipos e tons, com e sem texturas.

2) Podemos ficar entre o azul, o amarelo e o verde. No segundo momento, criticamos que o verde ficará estranho com relação aos móveis e o amarelo muito “apagado”. 

3) Compramos a tinta azul no tom desejado, com textura ou não, e realizamos: pintamos a casa de azul. 

Podemos também voltar à fase 1 e realizarmos todo o processo novamente.

A possibilidade de criação humana é infinita. Se é assim, quem ou o que nos limita? 

 

Para saber mais: A Estratégia da Genialidade. Robert Dilts. Editora Summus.