Razec-Entrevista Zan Perrion

Antes de mais nada, quero que saibam que isso não é propaganda alheia, muito menos pagação de pau. É uma forma de mostrar a todos o trabalho de um dos maiores sedutores que existe, visto que seu método é pouco difundido por aqui.

Hoje apresento para vocês uma grande entrevista que fiz com o mestre da arte natural, Zan Perrion. 

Imagem

Para aqueles que acham que foi a coisa mais fácil do mundo, estão muito enganados. Eu mesmo estava descrente quanto a esta entrevista, já que a equipe dele disse que o Zan não teria tempo para responder minhas perguntas. Mas recebi um e-mail dizendo que ele iria responder caso eu estivesse interessado (lógico que eu estava), e isso me deixou feliz demais. Então, com entrevista em mãos, lá vai a tradução da entrevista completa, com perguntas e respostas.

A Entrevista!Olá Zan, como está?

Sou um PUA brasileiro conhecido como Razec e venho através deste e-mail fazer uma entrevista para postá-lo em fóruns de sedução em breve. Esta entrevista tem como objetivo difundir seu método aqui no Brasil, já que o Enlightened Seduction é pouco conhecido por aqui. E também esta entrevista visa mostrar um pouco sobre o criador do método.

1 - Conte para a gente como foi sua jornada no mundo da sedução. O começo, as influências e como se tornou o que é hoje.


Zan Perrion: Eu sempre amei as mulheres. Um dia, olhei no espelho e perguntei a mim mesmo: "Você sempre foi a fantasia de uma mulher? Se não, porque não? Ela está sonhando com alguma coisa. E esta coisa pode ser muito bem você!" Eu fiz uma escolha e foi me tornar um estudante de mulheres, um estudante da atração, um estudante do romance. E sou um estudante de mulheres até hoje.

Somente as mulheres foram minhas professoras. Nunca li livros sobre relacionamentos ou fui a um seminário. Eu simplesmente me aventurei no mundo feminino, e aprendi tudo que sei de minhas experiências e conversando com elas.

2 -Seus métodos são poucos difundios no Brasil. Você tem alguma inteção de divulgar seu livro/método por aqui? Se sim, o que pretende fazer?

Zan Perrion: Nós gostaríamos de visitar o Brasil. Fomos a Colômbia ano passado, mas retornei ao Canadá para finalizar o livro que estava escrevendo. O livro virou minha prioridade e por isso decidi adiar nossa viagem ao Brasil. Agora que o livro está acabado, nós temos reais intenções de visitar o Brasil. Como você sabe, eu sou um cigano, e então vou onde o vento me levar. Vou onde me sinto convidado. Esperançosamente. Brasil estará em breve no meu futuro.

3 - A filosofia do The Ars´ Amorata diz que homens que amam as mulhers são amados por elas também. Como demonstrar este amor numa interação?

Zan Perrion: Um homem que ama as mulheres são amados por elas. Isto é a única coisa que os homens precisam entender. Ou, mais precisamente, um homem que ama as mulheres, e proclama isto ao mundo, é amado por elas. Se você as ama genuinamente e ama genuinamente seu espírito feminino e o que isto trás ao mundo, então as mulheres te amarão.

Meu amor pelas mulheres é a primeira coisa que sai da minha boca. Não importa o que elas me perguntam - qualquer pergunta - eu respondo com "Porque eu amo as mulheres." Por exemplo, se ela diz "Então porque está aqui no Rio de Janeiro?" eu respondo, "Porque eu amo as mulheres daqui, este é o motivo...qual é o seu nome?" Eu digo isso com facilidade e prazer, com um sorriso e uma piscadinha.

4 - Todos aqui te conhecem na comunidade como um jogador natural, que não segue nenhum tipo de jogo pré-estruturado. O que acha de métodos que consistem em seguir uma séries de rotinas programadas para o jogo? Até quando existem vantagens e onde isso pode ser desastroso?

Zan Perrion: Se formos ver não há necessidade de "rodar um jogo". Não existe uma guerra entre homens e mulheres. Mulheres não precisam ser conquistadas. As mulheres estão ao seu lado, elas querem que você seja bem-sucedido.

Sedução é como uma dança. Como homem, você deve mostrar que dança, você convida-a para dançar, e lidera a dança. Também, como homem, você entra em sintonia com seus desejos... você segura a mão dela e dá a ela o espaço para que ela gire e fique linda. Meu único "método" é o que chamo de "dançar conforme a música". Não sou eu contra ela. É sobre eu e ela contra o mundo inteiro. Durante o tempo inteiro de dança, ela é completamente minha. Durante todo tempo de dança, estamos completamente juntos. Não há qualquer tipo de jogo aqui, só um cara mostrando sua autenticidade e convidando uma mulher para fazer o mesmo.

5 - Zan, seu método é aconselhável para aqueles que possuem alguma experiência com relacionamentos. Quais dicas você daria para quem quer seguir o estilo natural? Quais características pessoais o sedutor deverá tomar cuidado e quais detalhes ela deve acrescentar?

Zan Perrion: A mensagem que o Ars Amorata passa, de coração, é uma mensagem de autenticidade. Ser autêntico consigo mesmo é seu poder atrativo. Nós achamos que precisamos ser descolado ou agir indiferente ou distante. Mas nossa própria autenticidade é muito mais do que isso tudo. Na verdade, isto é a única coisa que é atrativa sobre nós. Se um homem realmente quer se conectar com as mulheres, e quer se conectar de coração, então a busca por sua autenticidade e como apresentá-la ao mundo é a única coisa que importa. Isto não é um método, é um caminho a ser seguido. Isto não se trata sobre um conjunto de habilidades. Trata-se de quem você é.

6 - Zan Perrion, muito obrigado pela entrevista. Gostaria de mandar uma mensagem a todos os sedutores brasileiros?

Zan Perrion: Tenho um carinho muito grande pelos brasileiros que encontrei ao longo de minha jornada, e as brasileiras são muito lindas e cheias de vida. Estou ansioso para visitar o Brasil num futuro muito próximo. Veja-o (Uma tentativa de ele falar algo como “A gente se vê em breve” em português, hehehe).

Te desejo o melhor,

Zan Perrion

PS.: Cézar (meu verdadeiro nome), por favor, me atualize sobre onde e quando a entrevista será postada. Obrigado!


Para quem quer ver o original em inglês, ai está:
Hello Zan, how are you? 

I am a Brazilian PUA known as Razec and I come through this e-mail to make an interview with you to promote this in forums of seduction very soon. This interview aims to disclose your methods in my country, since the Enlightened Seduction Method isn´t widely known here. And also show us a little about your creator. 

1 - Tell us how was your journey into the world of seduction. The beginning, the influences and how you became to what you are today. 

I have always loved women. One day, I looked in the mirror and asked myself: "Have you ever been a woman's fantasy. If not, why not? She is dreaming about somebody. It might as well be you!" I made a choice right there and then to become a student of women, a student of attraction, a student of romance. And I am still a student of women today.

Women have been my only teachers. I never read any relationship books or took any seminars. I just ventured out into the land of women, and I learned everything I know from my experiences and from talking to women. 

2 - Your methods are few widespread in Brazil. You have any intention to expand the dissemination of your books / methods here in Brazil? If yes, what you want to do? 

We would love to come to Brazil. We were in Colombia last year, but I returned to Canada to finish the book I am writing. The book became my main focus and so we decided to postpone our travels to Brazil. Now that the book is done, we have full intentions to come to Brazil. As you know, I am a gypsy, and so I go where the wind takes me. I go where I feel most invited. Hopefully, Brazil will soon be in my future.

3 – The Amorata Ars´philosofy says the men who love Women are loved by them. How to show this love in an interaction? 

A man who loves women is loved by women. It is the only thing that men need to understand. Or, more accurately, a man who loves women, and proclaims it to the world, is loved by women. If you genuinely love women and you genuinely love the feminine spirit and what it brings to this world, then women will love you.

My love for women is the first thing out of my mouth. Whenever a woman asks me a question - any question - I answer with "Because I love women." For example, if she say's "So why are you here in Rio?" I will answer, "Because I love women, that's why... what's your name?" I say it with ease and delight, with a smile and a wink.

4 - Everyone knows you in the world community as a natural lover, that doesn´t follow any structures. What do you think of methods consisting of following a pre-prepared base for the game? How far this has advantages and whither it can be disastrous? 

If only we were to see that there is no need to "play games". There is no war between men and women. Women do not need to be conquered. Women are on your side, they want you to succeed.

Seduction is like a dance. As a man, you have to show up to the dance, you invite her to dance, and you lead the dance. Also, as a man, you tune into her desires ... you hold up your hand and give her space to twirl and be beautiful. My whole "method" is what I call "dancing in the moment". It is not me against her. It is me and her against the world. For the entire time of the dance, she is completely mine. For the entire time of the dance, we are completely together. There are no games here, just a man showing up in his authenticity and inviting a woman to do the same.

5 - Zan, your method is recommended for those who have some experience with relationships. What tips do you give for those who want to follow the natural way? What personal characteristics the person should be carefull and which details the person should increase?

The Ars Amorata message is, at heart, a message of authenticity. Your authentic self is your attractive self. We think we have to be cool or act indifferent or aloof. But our authentic self is more than good enough. In fact, it is the only thing that is attractive about us. If a man really wants to connect with women, and wants to connect from the heart, then the quest for his authenticity and how to present that to the world is the only quest that matters. This is not a method, this is a way of being. This is not a set of skills. It is who you are.

6 - Zan Perrion, thank you very much for this interview. Would you like to send a message for the Brazilian people? 

I have loved the Brazilian people I have met on my journeys, and the women are so beautiful and full of life. I am looking forward to coming out to Brazil in the very near future. Veja-o logo!

All the best,
Zan Perrion

P.s. Cezar, please update me on when and where the article will be published. Thanks!
Carpe diem quam minimum credula postero!
Por   Razec